Now Playing Tracks

negar a vida em função dos valores superiores. negar significados definidos e impostos; abstração de significados. negação de qualquer valor pré definido. o valor é atribuído pelo indivíduo à coisa em si.

negação de qualquer “elevação”, “superioridade”; ligação com a realidade que é dada a você, a vida terrestre.

negação de qualquer significado. criação de novos valores. desconexão com os valores criados. atribuir ao homem o papel de “deus”, de “criador de valores”. afirmação da vontade. negação da vontade.

entendimento.

Eu não consigo descrever tamanhã presunção que é alguém ter coragem de se entitular alguma coisa. Implicita-se que você saiba perfeitamente a denifinição do que é essa coisa. Sendo essa denominação política (anarquista, socialista, capitalista…) ou ideológica (idealista, racionalista, empirista, niilista).

Quando você se denomina algo, espera-se que você tenha total domínio sobre essa ideologia e, principalmente, sobre esse discurso. Levando em conta o quanto as nossas palavras são ineficientes para expressar os nossos pensamentos, quanto nós mesmos temos dificuldades pra compreender nossos pensamentos, mais ainda pra traduzi-los para palavras e que não temos nenhuma responsabilidade sobre como os outros irão assimilar essas palavras, transformá-las em ideias e interpretar essas ideias… 

Na verdade, a definição que nós passaremos de quem estamos nos intitulando ser, não será nem de longe, a pessoa que nós nos assumimos ser.

Não existe uma verdade sobre nós, porque nós não temos compreensão de quem somos, não compreendemos nossos pensamentos, quanto menos nossos sentimentos. Não existe uma verdade sobre o mundo, porque a nossa concepção da realidade é criada por nós durante toda a nossa vida. Não existe uma verdade sobre o mundo porque você nunca vai conhecer o mundo tudo, você nunca vai saber o mundo todo, então ele nunca vai existir pra você. Nem a sombra dele vai existir pra você. A realidade se limita ao que você conhece. 

O mundo não tem valor. A matéria é vazia. O valor das coisas vai ser dado por você, no determinado momento em que você pensar a coisa que é dada a você.  O significado é criado no momento do entendimento. 

Não existe um aqui, fora da sua criação, fora da sua mente. Não existe um além. Se não existe aqui, como pode existir além? Estamos presos no aqui. Na não existência do aqui. Estamos presos na nossa mente e na nossa capacidade de criação.

To Tumblr, Love Pixel Union